HOME | Principais Cidades de São Paulo | Regiões e Cidades | Turismo e Cultura | Mapas Temáticos | Artigos | Mapa do Site
 
  Santos: Possui o maior porto em contêiners
da América Latina
 
 
Para saber mais sobre a cidade
e outras conveniências:
Distância da capital: 55 km
A cidade
Números
Como chegar
Distância entre as cidade da região
Mapas Temáticos - Índice
     

Santos localiza-se na Ilha de São Vicente, junto ao município do mesmo nome, a apenas 55 km de distância da capital paulista. É a cidade mais procurada do Estado para o turismo de veraneio e a principal da região da Baixada Santista, onde vivem cerca de 1,5 milhão de pessoas.

Conforme pesquisa publicada pela Revista Exame no final de 2002, Santos ocupa a 10ª posição entre as 100 melhores cidades brasileiras para se fazer negócios.

O acesso rodoviário ao município pode ser feito pelo Sistema Anchieta (SP-150)–Imigrantes (SP-160), pela Rodovia dos Caiçaras SP-148 e pela Rodovia Rio-Santos BR-101, que liga o Litoral Norte paulista ao Rio de Janeiro. Santos também possui ligações ferroviárias, operadas pelas concessionárias Ferroban – Ferrovias Bandeirantes e MRS Logística.

O Aeroporto Estadual de Itanhaém dista 56 km do município. Em breve, a população poderá contar também com o Aeroporto Civil Metropolitano da Baixada Santista, que será implantado na Base Aérea do Guarujá.

A economia local está fortemente ligada ao Porto de Santos – o maior da América Latina e o 58º do mundo em contêineres –, que, nos últimos anos, vem registrando sucessivos recordes de movimentação de cargas. Em 2002, foram 53,5 milhões de toneladas e, em 2003, deve chegar a mais de 60 milhões de toneladas, quase atingindo seu limite de operação, se considerada a infra-estrutura atual. A maioria das cargas exportadas consiste de produtos agrícolas, especialmente grãos provenientes da região Centro-Oeste do país, além de veículos, máquinas e aparelhos mecânicos.

Vários grupos privados, como Cosipa, Ultrafértil, Cargill, Dow Química e Cutrale, possuem terminais próprios, e alguns deles permitem a utilização por terceiros. Recentemente, foi inaugurado o terminal açucareiro da Copersucar, um dos mais modernos do mundo, que servirá também para armazenar outros produtos agrícolas, como a soja. Por sua vez, a Santos Brasil, arrendatária do Terminal de Contêineres – Tecon 2, está implantando um terminal destinado à exportação de veículos da VW e de outras montadoras instaladas no país.

Diversas obras estão previstas objetivando superar os atuais problemas do porto. Uma delas, que envolve questões ambientais, é a construção do complexo portuário Barnabé–Bagres, um novo porto na margem esquerda do estuário, com 6 milhões de m2 de retroárea e 11 km de cais, suficientes para 50 novos berços de atracação.

Serão construídas também duas avenidas perimetrais – em Santos (margem direita do porto) e no Guarujá (margem esquerda) –, que, além de facilitar o acesso aos terminais e eliminar os congestionamentos na área do cais, irão permitir a ampliação desses terminais, aumentando a capacidade de movimentação de cargas.

Outras importantes obras de melhoria do escoamento de mercadorias para o Porto são a construção do trecho sul do Rodoanel, prevista para 2004, e da linha sul do Ferroanel – complexo ferroviário que será construído ao redor da Região Metropolitana de São Paulo – a fim de evitar a passagem de trens de carga pela área urbana da capital.

O porto está sendo alvo de um projeto inédito no Brasil, que visa gerar empregos na região e consiste na implantação de indústrias de pequeno e médio portes na área retroportuária. Essas empresas poderão se beneficiar da redução de custos proporcionada pela isenção de impostos na importação de ítens usados em produtos para exportação, além da economia nos fretes e na logística de exportação. A primeira delas já está se instalando no porto e muitas outras devem solicitar à alfândega a autorização necessária. Além da zona portuária primária, empresários locais e a Prefeitura de Santos tentam obter do governo federal permissão para que o Distrito Industrial e Portuário da Alemoa, que já abriga muitas empresas, também possa receber linhas de produção alfandegadas.

Entre as principais empresas instaladas no município, estão: Cia. Docas do Estado de São Paulo – Codesp; Mobil Oil; Petroquímica Paulista – Pepasa; Transitária Brasileira – Transbrasa; Eudmarco Serviços Comércio Internacional; Mesquita Transportes e Serviços; Hipercom Terminais de Carga; Termares Terminais Marítimos Especializados; Administradora de Armazéns Gerais; Agip; Comércio e Indústria Brasileira Coinbra; Coopercitrus Frutesp; CTM Citrus; Royal Citrus; Boa Vista Comércio e Serviços; Brasterminais Armazéns Gerais; Cargil Citrus; Citrosuco Paulista; Citrovita Agroindustrial; Comercial Quintela; Cia. Bras. de Alumínio; Di Gregório Navegação; Multicargo Agências Marítimas; Petrobrás; Petroquímica União; Santos Brasil; São Francisco Operadora Portuária de Granéis; Tecondi; Transpesa Della Volpe; Votorantim Celulose e Papel.

Na área do ensino superior, Santos conta com várias universidades particulares: Universidade Paulista – Unip, com três câmpus; Universidade Santa Cecília – Unisanta, com 22 cursos de graduação, entre eles diversas modalidades de

 
Engenharia, Odontologia e Biologia Marinha; Universidade Metropolitana de Santos – Unimes, com quatro câmpus e nove faculdades, incluindo Medicina e Odontologia; Universidade Católica de Santos – Unisantos, com mais de 30 cursos de graduação oferecidos em seus 6 câmpus; Centro Universitário Monte Serrat – Unimonte, com 22 cursos de graduação, entre eles Oceanografia (recentemente, inaugurou o Instituto Oceanográfico de Santos – IOS, aberto a visitação pública, para pesquisar os ecossistemas aquáticos, marinhos, litorâneos e insulares); e Centro Universitário Lusíada – Unilus, com 12 cursos, compreendendo as áreas de Ciências da Saúde, Humanas e Tecnológicas.

Santos conta com uma moderna rede hospitalar, que atende à demanda de diversos municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista. Compreende nove hospitais, seis dos quais privados. A Santa Casa de Misericórdia, filantrópica, é uma das maiores do país e o Hospital Guilherme Álvaro, estadual, tem atendimento especializado.

O município possui inúmeros atrativos turísticos, com destaque para as praias: Aparecida, Boqueirão, com um conjunto arquitetônico modernista tombado pelo Patrimônio Histórico, Embaré, Gonzaga, José Menino, onde será construído o Museu Pelé, e Ponta da Praia, de onde se vêem os navios no porto e se tomam as balsas para o Guarujá.

Os jardins da orla marítima de Santos, com 5,3 km de extensão ao longo de 7 km de praia, foram reconhecidos pelo Guiness Book of Records (Livro dos Recordes), como o maior jardim frontal de praia do mundo.

A cidade é cercada por morros, onde existe densa vegetação remanescente da Mata Atlântica. O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, ilha granilítica localizada a 45 km da costa, abriga mais de 100 espécies de peixes, corais, anêmonas, tartarugas e barcos naufragados.

Conhecida hoje como a Capital Nacional do Triatlo, Santos sedia importantes torneios esportivos, entre eles o Triatlo Internacional de Santos, que reúne os melhores triatletas do mundo. Realiza, também, eventos ligados a outros esportes, como: Copa Cidade de Santos de Jet Ski, Campeonato Santista de Pedestrianismo, Circuito de Windsurf da Baixada Santista, Copa Cidade de Santos de Basquete Master, Torneio Interclubes de Tênis, Campeonato Brasileiro de Patinação Artística, Torneio Estadual de Natação, Campeonato Brasileiro Interfederativo de Pólo Aquático, Copa Rei Beach Soccer Feminino, Torneio Rogério Sampaio de Judô, Campeonato Brasileiro Absoluto Troféu José Finkel de Natação.

Existem muitas entidades esportivas e recreativas, das quais 15 são clubes considerados de grande porte, como o Tênis Clube, com alto padrão de qualidade em lazer e diversão. Entre as entidades esportivas, destaca-se o Santos Futebol Clube, sede da tradicional equipe de Pelé.

As construções históricas – muitas edificadas durante o período áureo do café – também atraem grande número de turistas. Alguns exemplos: Outeiro de Santa Catarina (1532-1880), Pantheon dos Andradas, Igreja da Ordem Terceira do Carmo (1760), Praça da República, Bolsa do Café (1922), Santuário Santo Antonio do Valongo (1640), Santuário de Nossa Senhora do Monte Serrat (1690), Igrejas do Conjunto do Carmo, Nossa Senhora do Rosário (1652), Nossa Senhora do Desterro e Mosteiro de São Bento (1650-1725). Recentemente, foi implantada a Linha Turística do Bonde, que, utilizando um veículo da década de 20, restaurado, segue um itinerário que abrange o Centro Histórico de Santos, mostrando os edifícios antigos, cuja arquitetura foi preservada.

Santos possui, ainda, diversos museus: Complexo Cultural do Porto, Museu da Pesca, Fundação Pinacoteca Benedito Calixto (Casarão Branco), Museu do Mar, Museu de Arte Sacra.

O turismo de negócios vem crescendo bastante na cidade. Em 2001, foi inaugurado o Mendes Convention Center, com um pavilhão de exposições de 10 mil m2, quatro salas de conferências, danceteria, auditório com capacidade para quatro mil pessoas sentadas e heliporto. Desde então, Santos passou a ocupar a 3ª posição no Estado de São Paulo em relação a essa modalidade de turismo, perdendo apenas para a capital e Campinas. Feiras, congressos, seminários, exposições e palestras têm atraído muitos visitantes ao município, ampliando a taxa de ocupação dos hotéis, inclusive nas férias de inverno, e estimulando o comércio local.

Santos possui três centros de compras de grande porte: Shopping Parque Balneário, Miramar Shopping e Praiamar Shopping Center; e, ainda, o Super Centro Comercial do Boqueirão, de pequeno porte, considerado o primeiro shopping da América Latina.

Conta, também, com diversos hotéis de bom nível: Parque Balneário, Mendes Plaza, Mendes Panorama, Praiano, Indaiá, Atlântico, Avenida Palace, além de alguns flats.
Há vários provedores de Internet, 82 agências bancárias, 47,5 terminais telefônicos para cada grupo de 100 habitantes, serviços de telefonia celular móvel, de locação de veículos e de transporte marítimo.

 
Fontes consultadas: Fundação SEADE • Investimentos.SP - 2008