HOME | Principais Cidades de São Paulo | Regiões e Cidades | Turismo e Cultura | Mapas Temáticos | Artigos | Mapa do Site
 
  Rio Claro: Sua economia baseia-se na liderança da agroindústria sucroalcooleira
 
 
Para saber mais sobre a cidade
e outras conveniências:
Distância da capital: 175 km
A cidade
Números
Como chegar
Distância entre as cidade da região
Mapas Temáticos - Índice
     

Rio Claro situa-se a 175 km da capital paulista e próximo a outros importantes centros urbanos do Estado, como: Limeira (30 km), Piracicaba (38 km), Campinas (82 km), São Carlos (64 km) e Araraquara (104 km).

Situado às margens da SP-310 Rodovia Washington Luiz, o município pode ser acessado por estradas bem conservadas, como a SP-330 Rodovia Anhangüera e a SP-348 Rodovia dos Bandeirantes, e também pela SP-225 Rodovia Eng.º Paulo Nilo Romano, SP-191 Rodovia Wilson Finardi e SP-127 Rodovia Fausto Santomauro. O transporte ferroviário de cargas é operado pela Ferroban. Rio Claro fica, ainda, na área de influência da Hidrovia Tietê–Paraná.

Dispõe de um aeroclube, com pista de 1.500 m para pequenas aeronaves e há projeto para construção de um aeroporto regional no município. Sua proximidade com o Aeroporto Internacional de Viracopos (85 km) e o Porto de Santos (240 km) constitui fator adicional de integração econômica.

Em Rio Claro foi construído um citygate para abastecer a população e as empresas locais com o gás natural proveniente do Gasoduto Bolívia-Brasil, O município também está integrado à rede de fibra óptica, ligando-o à capital paulista.

A economia municipal baseia-se na liderança da agroindústria sucroalcooleira. Seu parque industrial é diversificado e inclui destilarias de álcool e usinas de açúcar, indústrias de alimentos e de bens de capital, e muitas outras. Além disso, com os municípios de Santa Gertrudes e Cordeirópolis, forma importante pólo cerâmico, com produtos de excelente qualidade, que atendem ao mercado nacional e internacional.

Parte da produção local destina-se à exportação, como: próteses e instrumentos cirúrgicos; aparelhos e equipamentos de iluminação; chicotes para rede elétrica; embalagens plásticas; resinas sintéticas; película impressa; pigmentos/pós químicos; pisos cerâmicos; fibra de vidro; buchas de bronze; panelas de pressão; peças mecânicas; motoniveladoras, chapas de alumínio; caixas de som; papel, cartões; tubetes/têxteis; cerâmica técnica; balas, guloseimas e produtos de confeitaria.

Entre as principais empresas destacam-se: Torque (metalúrgica), Tigre (tubos e conexões), Multibrás (eletrodomésticos de linha branca), Agroceres (nutrição animal), Uniroyal (química), Brás-Cabos (eletroeletrônicos).

Rio Claro possui dois distritos industriais, com infra-estrutura completa (asfalto, água, coleta de lixo, guias e sarjetas e galeria de águas pluviais). Um deles, com 11 milhões de m2, foi implantado na década de 70 e, atualmente, abriga 35 empresas que ocupam cerca de 30% da área total do distrito. Há, também, uma incubadora industrial do Projeto Núcleo de Iniciação e Desenvolvimento de Organizações – Nido, que oferece infra-estrutura e assistência a micro e pequenas empresas e conta com o apoio da Ciesp/Fiesp e da prefeitura.

No âmbito do ensino superior, Rio Claro abriga um campus da Universidade Estadual Paulista – Unesp, com dois institutos de grande prestígio nacional, cujos cursos de graduação e pós-graduação atraem para Rio Claro um elevado contingente de estudantes de outros municípios. São eles: o Instituto de Geociências e Ciências Exatas, que atua nas áreas de Ciência da Computação, Física, Geografia, Geologia, Matemática; e o Instituto de Biociências, com Biologia, Ecologia, Educação Física, Pedagogia. Outro conceituada instituição de ensino local é a Uniclar – Faculdades Claretianas de Rio Claro, que oferece cursos de Economia, Direito, Letras, Administração, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Planejamento Administrativo, Secretariado Executivo Trilingüe e Sistemas de Informação. Existem, ainda, escolas técnicas de nível médio que ministram cursos profissionalizantes, além de unidades do Sesi, Senai e Senac.

Além disso, os avanços tecnológicos da indústria local apoiam-se nos centros de pesquisa aplicada próximos, como o Centro de Energia Nuclear da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – Esalq, de Piracicaba, e os laboratórios de pesquisa científica da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, da Universidade Federal de São Carlos – Ufscar e do campus São Carlos da Universidade de São Paulo – USP.

 
O complexo hospitalar de Rio Claro é composto de cinco hospitais. Santa Casa de Misericórdia, Hospital Santa Filomena, Hospital Evangélico, São Rafael e Unimed. Um novo hospital encontra-se em fase de construção. A população conta, ainda, com 22 unidades de saúde e centros especializados, que oferecem atendimento, sobretudo nas áreas de ginecologia, clínica geral, pediatria e odontologia.

Além do Clube de Cavaleiros, onde pode ser praticado hipismo, a cidade abriga, ainda, quatro outros clubes de alto padrão: Floridiana Tênis Clube; Grêmio Recreativo da Santa Cruz, Grêmio Recreativo Bela Vista e Grupo Ginástico Rio-clarense.

Conhecida como Cidade Azul, pelo céu límpido e sem nuvens que apresenta durante a maior parte do ano, Rio Claro desfruta de um clima ameno e agradável. A vegetação natural é composta por cerrado, porém se restringe a algumas Áreas de Proteção Ambiental – APAs. Próximo ao núcleo urbano, encontra-se o Horto Florestal Navarro de Andrade, com 2.314 hectares de vegetação nativa e trechos reflorestados com eucaliptos.

A topografia plana estimula o uso da bicicleta pela população rioclarense, como meio de transporte alternativo na cidade, e, em determinados horários, o número de bicicletas supera o de automóveis. Em 1997, a prefeitura construiu a "ciclovia dos trabalhadores", que liga o Distrito Industrial aos bairros da zona norte. Atualmente, investe na implantação de um parque linear, que proporcionará conforto ainda maior e segurança aos ciclistas.

Rio Claro foi a primeira cidade do interior paulista a receber energia elétrica. Assim, junto à Usina Hidrelétrica Corumbataí, construída em 1895, foi instalado o Museu de Energia, que faz parte do acervo da Fundação do Patrimônio Histórico da Energia de São Paulo. Existem, ainda, outros atrativos no município: Museu Histórico e Pedagógico Amador Bueno da Veiga, Gabinete de Leitura, Lago Azul, Arquivo Público e Histórico Oscar de Arruda Penteado, Estação Ferroviária, Jardim Público, Mercado Municipal, Chácara Orquídea, Igreja Matriz de São João Batista, Museu Theodor Koelle.

Ao longo do ano, são promovidas várias festas populares na cidade, com o apoio da prefeitura e de entidades locais, destacando-se: em abril, a Festa do Peão; em setembro, as Festas de San Gennaro e de São Francisco das Chagas de Canindé; em outubro, a Festa das Nações e a Semana Ulysses Guimarães; e muitas outras.

Próximo à região central da cidade, fica o Shopping Center Rio Claro, de grande porte, com projeto paisagístico de Burle Marx e mirante com visão magnífica do Horto Florestal. Outro shopping está sendo construído nas imediações do acesso à Rodovia Washington Luiz, em local com pleno desenvolvimento econômico.

Rio Claro oferece diversos hotéis confortáveis e estão sendo construídos mais dois, que contarão, também, com centro de convenções.

Existem vários condomínios residenciais fechados e de alto padrão, como: Conjunto Europa, Jardim Escarpa, Jardim Botânico, Vila Imperial, Gávea, Urca, Ipanema e os edifícios Tilápia.

As redes de abastecimento de água e de coleta de esgotos atendem a mais de 97% da população. Os serviços de coleta de lixo e de transporte escolar são terceirizados.

Há, na cidade, 17 agências bancárias e serviços de locação de veículos. Existem 24,4 terminais telefônicos para cada grupo de 100 habitantes e serviços de telefonia celular móvel; e acesso a todas os canais de televisão aberta, TV a cabo e um canal local TV Rio Claro (UHF), além de quatro emissoras de rádio e dois provedores de Internet.

Rio Claro está vinculado, ainda, a duas redes urbanas internacionais: a Rede Mercocidades, que reúne prefeituras dos países que integram o Mercosul, visando fortalecer as administrações municipais no plano político, econômico e social para enfrentar a globalização; e a Rede URB–AL, programa de cooperação da Comissão Européia dirigido a cidades e regiões da União Européia e América Latina, que visa melhorar as condições socioeconômicas e a qualidade de vida da população, bem como promover o desenvolvimento eqüitativo dos centros urbanos.

Para atrair investimentos ao município, a prefeitura oferece incentivos fiscais, definidos em legislação específica.

 
Fontes consultadas: Fundação SEADE • Investimentos.SP - 2008