HOME | Principais Cidades de São Paulo | Regiões e Cidades | Turismo e Cultura | Mapas Temáticos | Artigos | Mapa do Site
 
  Jaú: A capital nacional do calçado feminino
 
 
Para saber mais sobre a cidade
e outras conveniências:
Distância da capital: 269 km
A cidade
Números
Como chegar
Distância entre as cidade da região
Mapas Temáticos - Índice

 

 
     
Jaú localiza-se na região centro-oeste do Estado, a 269 km da capital.

Num raio de até 250 km, pode-se atingir, por meio de rodovias duplicadas ou em vias de duplicação, diversas cidades com mais de 100 mil habitantes, que são referência econômica de suas respectivas regiões, como Campinas, Ribeirão Preto, Araraquara, Bauru, Rio Claro e São Carlos. As estradas de acesso ao município são: Rodovia João Mellão SP-255, que liga a Barra Bonita, Bocaina, São Manuel e Araraquara; Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros SP-225, que liga a Itirapina (Rodovia Washington Luís), Brotas, Marília e Bauru; e SP-304, que liga a Torrinha, Santa Maria da Serra e Bariri. Jaú é diretamente influenciada pela Hidrovia Tietê-Paraná, através da qual se integra ao Mercosul, beneficiando-se do transporte intermodal hidro-ferro-rodoviário. Foi uma das cidades pioneiras no transporte de cana-de-açúcar, em chatas, pelo Rio Tietê. O transporte ferroviário de cargas é feito pela concessionária Ferroban (antiga Fepasa) e alcança o Porto de Santos, a 400 km, facilitando as exportações. Jaú fica, ainda, a 204 km do Aeroporto de Viracopos e possui um aeroporto particular, do Grupo Camargo Correa.

Jaú é um dos maiores pólos calçadistas do país, contando atualmente com 180 empresas – a maioria de pequeno porte –, que, juntas, produzem uma média de 75 mil pares de calçados por dia, sendo que quase 100% são femininos – para adultos ou crianças. Segundo o Sindicato das Indústrias de Calçados de Jaú, as empresas do ramo são, na maioria, de pequeno porte e geram, só no município, seis mil empregos diretos e três mil indiretos. Desde o início do século, a cidade já produzia sandálias e botinas rústicas feitas em couro e com solado de borracha para os viajantes da região.

O município também exporta seus calçados femininos. Com o objetivo de conquistar novos mercados e enfrentar a concorrência internacional, o Sindicato de Jaú, em parceria com o CTCCA – Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins de Novo Hamburgo (RS), instalou na cidade um laboratório de testes físico-mecânicos. Assim, as empresas podem submeter seus materiais e calçados a rigorosos testes de qualidade e criar um selo de qualidade que funcionará como instrumento de marketing, facilitando a colocação de produtos jauenses nos mercados europeu e americano. Recentemente, foi firmado convênio com a Apex – Agência de Promoção das Exportações, visando melhorar a qualidade da produção e incrementar a tecnologia e o design das empresas calçadistas que pretendem exportar.
Também merecem destaque os setores industriais têxtil, alimentício, de vestuário, artefatos de tecidos, químico, mobiliário e metalúrgico.

Entre as principais empresas locais, estão: Bebidas Primor; Bebidas XV; Massas Mazzei (alimentos); Companhia Jauense Industrial (fios e tecidos de algodão); Cartonagem Jauense (embalagens de papel e papelão), Impressora Brasil (embalagens de papel e papelão); além da grande concentração de indústrias no setor calçadista (Claudina, Ferrucci, Due Fratelli e outras).

Na cidade existem sete distritos industriais, com toda a infra-estrutura, dispostos nas áreas próximas às rodovias que cortam a cidade, e serão implantados, ainda, um novo distrito industrial e uma incubadora de empresas.

O solo de Jaú é favorável às atividades agrícolas e o clima tropical e a precipitação pluviométrica anual favorecem as culturas de café, frutas, algodão e, em especial, da canavieira, que coloca Jaú entre os grandes produtores de açúcar e álcool do Estado de São Paulo. A safra prevista para a região, em 2002, é de 12 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, gerando 15 mil empregos diretos, sendo que para o município as estimativas são de cerca de 4 milhões de toneladas e 4 mil empregos. Esse setor recebe grandes investimentos em pesquisas voltadas à produção, desde a muda até a obtenção do produto final.

A cidade conta com um campus da Faculdade de Tecnologia – Fatec, mantido pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza – Ceeteps, que ministra cursos de Informática na área de Gestão Financeira e de Produção Industrial, sendo a única faculdade da América Latina a oferecer os cursos de Construção e Manutenção de Sistemas de Navegação Fluvial e de Operação e Administração de Sistemas de Navegação Fluvial (que inclui transporte intermodal), ambos concebidos para atender a segmentos emergentes do mercado atual, com uma constante evolução tecnológica, e totalmente gratuitos.
 
Alunos e professores da Fatec desenvolvem projetos completos, como o subdirigível "Bicho d´Água", para inspeções em edificações submersas de rios e lagos. Pesquisas importantes são desenvolvidas no Centro de Tecnologia em Engenharia de Sistemas Fluviais de Transportes de Jaú. Também está sendo implantado um novo curso, para formação de tecnólogos em Logística, com ênfase em Transportes. Outra instituição de ensino superior existente no município é a Fundação Educacional Dr. Raul Bauab, particular, que mantém oito cursos de graduação, entre eles Direito.

Para formar pessoal qualificado, Jaú dispõe de escolas
técnicas de informática, edificações, mecânica, eletrotécnica, nutrição, entre outras, que movimentam diariamente caravanas de ônibus escolares oriundos das localidades mais diversas, como Bauru, Barra Bonita, Botucatu e São Carlos.


A rede de saúde jauense compreende quatro hospitais: a Santa Casa de Misericórdia de Jaú, responsável pela realização de serviços de alta complexidade, como hemodiálise e atendimento cardiológico; a Fundação Doutor Amaral Carvalho, referência em oncologia e tratamento da dor, onde são realizados transplantes de medula óssea pelo SUS, e que atende pacientes de mais de 350 municípios; o Hospital Tereza Perlatti (psquiátrico) e o Hospital São Judas Tadeu (geral).

Jaú possui dois condomínios residenciais de alto padrão, além de conjuntos habitacionais para camadas médias, financiados pela CEF. Cerca de 99% dos domicílios são atendidos pela rede de água e esgoto e pelos serviços de coleta de lixo. Encontra-se em fase de implantação uma estação de tratamento de esgotos, que cobrirá a totalidade coletada. O transporte coletivo urbano, o transporte de alunos do ensino fundamental e a limpeza em praças, avenidas e margens de rios são realizados por empresas concessionárias. Também serão privatizados os serviços de administração do terminal rodoviário.

O município é banhado pelo Rio Tietê, onde se realizam importantes campeonatos de esportes náuticos. Jaú localiza-se próximo de Barra Bonita e do município de Brotas, às margens do Rio Jacaré-Pepira, com cachoeiras e corredeiras adequadas para competições náuticas e também para a pesca. A cidade conta, ainda, com diversos clubes recreativos, como o Jahu Tênis Clube, o Jóquei Clube e outros.

As principais atrações turísticas são: o Museu Municipal; a Estação Rodoviária; o Paço Municipal Terra Roxa; o Monumento a João Ribeiro de Barros; as igrejas de São Sebastião e Nossa Senhora do Patrocínio; as escolas estaduais Major Prado e Dr. Pádua Salles (construídas no início do século XX), além das praças da República, Cano Torto, Siqueira Campos e Ettore Suriano, o Estádio Zezinho Magalhães, o Orquidário Rui Feirabend, o Lago do Silvério, a Reserva Ecológica Amadeu Botelho e a Fazenda Mandaguay.

Entre os eventos culturais, destacam-se: a Arte na Praça da República, uma tradicional feira de artesanato; o Festival de Inverno; e as Terças-Feiras Musicais. Nos finais de semana, a prefeitura promove o Som na Praça Tancredo Neves, com música sertaneja, rock, samba e MPB. Anualmente, a cidade realiza a Expo Jahu, Exposição Agropecuária da Região, além de eventos ligados ao cinema, como a Mostra de Filmes Brasileiros e a Semana da Mulher no Cinema, e festas tradicionais.

Jaú conta com diversos hotéis confortáveis, alguns deles equipados com salas para eventos e convenções. Possui também um shopping center de médio porte, o Jaú Shopping Center, além de outros três, exclusivos para lojas de fábricas de calçados, que vendem no atacado e varejo.
Existem 15 agências bancárias. A população dispõe, ainda, de 36,9 terminais telefônicos para cada grupo de 100 habitantes e serviços de telefonia celular móvel, uma retransmissora de TV (SBT), três provedores de acesso à Internet (NetSite, Jaunet, UOL), cinco emissoras de rádio (três AM e duas FM); um jornal diário, o Comércio do Jahu, e um semanário, a Notícia.

A prefeitura oferece incentivos para atrair novos investimentos aos distritos industriais do município, entre eles: isenção IPTU e ISS pelo prazo de 10 anos; doação de terreno; execução de obras de infra-estrutura necessárias à instalação da empresa; isenção de taxas para aprovação de plantas.

 
Fontes consultadas: Fundação SEADE • Investimentos.SP - 2008