HOME | Principais Cidades de São Paulo | Regiões e Cidades | Turismo e Cultura | Mapas Temáticos | Artigos | Mapa do Site
 
  Jacareí: A Capital da Cerveja
 
 
Para saber mais sobre a cidade
e outras conveniências:
Distância da capital: 75 km
A cidade
Números
Como chegar
Distância entre as cidade da região
Mapas Temáticos - Índice

 
     

Criada a partir da irradiação de povoamento de Mogi das Cruzes, Jacareí foi fundada em 1652, por Antônio Afonso e seus filhos. Um ano depois já era vila e em 1849, cidade. Com o café, a cidade passa a ter calçamento, novas ruas e atividades de lazer, com um pequeno crescimento populacional. É nesta fase ( final do século XIX ),que começam a surgir as indústrias, iniciando com a fábrica de meias e do "Biscoitos Jacareí" ( ainda existente ), dando um salto de desenvolvimento no século XX.

Jacareí situa-se na região do Vale do Paraíba, a 75 km da capital do Estado e a apenas 18 km de São José dos Campos, formando com a cidade uma trama urbana praticamente contínua.

O município pode ser acessado pela BR-116 Via Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, e por outras estradas modernas e bem-conservadas: Rodovia D. Pedro I, que liga Jacareí a Campinas; Rodovia Ayrton Senna; Rodovia Carvalho Pinto; além da Estrada Velha Rio–São Paulo, que acompanha a Via Dutra. Também é servido pela Malha Paulista (antiga Fepasa).

Nas proximidades de Jacareí, estão vários aeroportos com capacidade para operar grandes aeronaves, como o Aeroporto Regional de São José dos Campos (21 km) e três aeroportos internacionais: Cumbica, em Guarulhos (55 km); Congonhas, em São Paulo; e Viracopos, em Campinas (158 km). Por sua vez, os portos de Santos e de São Sebastião ficam, respectivamente, a 141 km e 131 km de distância do município, o único da região com entreposto aduaneiro.

A cidade possui um citygate do Gasoduto da Bacia de Campos, com uma rede de gás natural de 26,8 km de extensão, que abastece dez indústrias locais. Jacareí está ligado à capital paulista por meio de rede de fibra óptica.

Conhecido como a Capital da Cerveja, pelas duas grandes cervejarias instaladas no município – AmBev e Kaiser –, Jacareí tem um parque industrial diversificado, com centenas de empresas de diferentes portes, que fabrica: cerveja, fios e tecidos, gases industriais, estruturas metálicas, lentes, papel e celulose, alimentos, meias, produtos químicos, revestimentos e pisos, cerâmica, tubos e mangueiras de borracha, válvulas para pneumáticos, autopeças, vidros e cristais, latas para cervejas e refrigerantes, etc. Parte dessa produção local destina-se à exportação.

As principais empresas do município estão voltadas para os seguintes setores: bebidas – AmBev, Cervejaria Kaiser; metalúrgico – Latasa, Latapack Bell, Armco Staco, Ipê, Dresser/Masoneilan, IKK, Fuchs, Inepar, Parker Hannifin, Schrader Bridgeport, Solac; químico – White Martins Gases, Rohm and Haas, Sud-Chemie, Fademac, Cognis; bélica – Avibrás; têxtil – Rhodia Poliamida, Adatex, Lanobrasil, Freudenberg; papel e celulose – VCP, vidros – Cebrace; alimentos – Colap, Santa Helena; artefatos de borracha – Gates, telecomunicações – Telepart, cutelaria –Zakharov; construção civil – Cerâmica Jacareí, Prensil; maquetes – Danil Maquetes, produtos veterinários – Sespo, moveleiro – Steelcase Oca; armazenagem – Universal Armazéns Gerais e Alfandegados.

Foi inaugurado o Parque Empresarial Arturville, ainda sem indústrias instaladas, e há estudos para implantação de mais dois condomínios industriais. Encontra-se em fase final de adequação o prédio da incubadora de empresas, com capacidade para abrigar cerca de 15 microempresas, gerando 100 novos postos de trabalho.

Possui os problemas típicos de cidades industrializadas, como saneamento básico, revitalização do centro, e de tráfego devido às ruas antigas e estreitas, da região central. Possui uma população de 163.869 habitantes, e suas principais atividades econômicas são a pecuária e as indústrias.

Jacareí dispõe de três instituições de ensino superior locais: a Faculdade Maria Augusta – FMA, que oferece seis cursos de graduação, inclusive Comércio Exterior; a Faculdade de Educação e Tecnologia Thereza Porto Marques – Faetec, com Pedagogia e Tecnologia em Processamento de Dados; e a Universidade do Vale do Paraíba – Univap, com 12 cursos de graduação, entre eles Direito e diversas modalidades de Engenharia.

 
No município vizinho de São José dos Campos, existem centros universitários e de pesquisa considerados de excelência, como o Centro Tecnológico da Aeronáutica – CTA e o Instituto Nacional de Pesquisas Especiais – Inpe.

Existem, ainda, na cidade, várias escolas de nível médio que oferecem ensino técnico profissionalizante, além de uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai.

Para atendimento à saúde da população, há hospitais gerais e clínicas especializadas: Valecor (doenças cardíacas), Distal (nefrologia), Hospital São Francisco, Hospital Policlin e Hospital Alvorada.

Jacareí é cortado pelos Rios Paraíba do Sul, Turi, Comprido e Parateí e registra uma média de 76% em relação à umidade relativa do ar, com chuvas abundantes de novembro a março. Apresenta relevo irregular, com morros, colinas e várzeas, entre elevações da Serra da Mantiqueira e contraforte da Serra do Mar, e possui um índice 12,5 m2 de áreas verdes por habitante.

Entre as principais atrações turísticas, destacam-se: Caminho das Flores; Caminho Industrial; Caminho Cultural (religioso); Represa do Jaguari; Feira Agropecuária e Industrial de Jacarei – Fapija (em julho); Haras Bonanza e Lagoinha; Hotel Fazenda Aldeia do Vale; Pesqueiro Sol da Mata; Fazenda Santa Hilda (Day Farm); Viveiro Municipal.
Para diversão e prática de esportes, existem, também, dois clubes recreativos: o Trianon Clube, de padrão médio; e o Esporte Clube Elvira, considerado popular.

A cidade possui diversos hotéis e condomínios residenciais de alto padrão. O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – Ciesp, a Associação Comercial e Industrial de Jacareí e a Universidade do Vale do Paraíba – Univap possuem auditórios dotados de amplos recursos audiovisuais, tribuna e mesa oficial, com capacidade para 200 pessoas, cada.

No município, predomina o pequeno comércio. Entretanto, em breve será construído o Shopping Center Jacareí, com 122 lojas, que representará uma nova opção para compras e lazer a seus moradores, que, hoje, recorrem aos quatro shopping centers existentes em São José dos Campos.
A rede geral de abastecimento de água atende a mais de 92% da população, enquanto a de coleta de esgoto cobre 82,3%. Alguns serviços públicos são operados por empresas privadas, como coleta de lixo, limpeza pública e transporte coletivo.

Jacareí possui 15 agências bancárias. Há 17,3 terminais telefônicos para cada grupo de 100 habitantes, serviço de telefonia celular móvel, além de sete provedores de acesso à Internet.

Entre as oportunidades de negócios que a cidade oferece, destacam-se: o turismo, principalmente no projeto de exploração turística da Represa do Jaguari; e a instalação de indústrias alimentícias e de bebidas, devido à ótima qualidade da água existente em seu subsolo aliada às vantagens logísticas.

A prefeitura está implantando o Plano Diretor do município, elaborado a partir de discussões com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – e com a comunidade local. O Plano visa disciplinar a ocupação do território pelas diferentes atividades produtivas. A área urbana ocupa apenas 14% do total de 463 km2 do município, havendo, portanto, muito espaço para a instalação de indústrias, com a conseqüente geração de mais empregos e maior arrecadação.

A legislação municipal vigente (Lei nº 4.228), que concede incentivos fiscais a prováveis investidores, expira em dezembro de 2002 e encontra-se em fase de revisão.
 
Fontes consultadas: Fundação SEADE • Investimentos.SP - 2008